03/09/2010

Salvem as tartarugas marinhas!!

Por M.

Faz mais ou menos uma década em que constantemente ouvimos sobre a preservação das tratarugas marinhas. Por não saber muito do assunto, decidi fazer um minicurso na semana da biologia da UEM sobre "Biologia, ecologia e preservação de tartarugas marinhas". A ministrante era uma bióloga que trabalha no Projeto Tartaruga, do IpeC, em Cananéia-SP. Bom, o minicurso foi bem interessante e deu pra ver quão grande é esse problemas das tartarugas marinhas.
Atualmente, existem 6 espécies de tartarugas marinhas. São elas: Chelonia mydas (tartaruga verde), Caretta caretta (cabeçuda), Eretmachilys imbricata (tartaruga de pente), Lepidochelys olivaceae (tartaruga oliva), Dermochelys coriaceae (tartaruga de couro),Lepidochelys kempi (lepí), Natator depressus ("tortuga aplanada"), sendo que as 4 primeiras são encontradas no litoral brasileiro. Todas elas estão sofrendo com a extinção.

Mas por que elas estão extintas? Bom, tem vários motivos. O primeiro, claro, é a predação do homem. É normal as tartarugas serem predadas, mas por tubarões e outros animais do ecossistemas MARINHO. Então, por que, nós, homens, predamos tantos as tartarugas? Tem as questão econômica, na qual capturavam as tartarugas para fazer utensílios com seus cascos (a tartaruga pente é chamada assim por seu casco ser usado para confecção de pentes)e para a venda da sua carne (dizem que sopa de tartaruga é extremamente saborosa oO'). E temos a questão cultural também, em que tribos capturam as tartarugas para alimentação. Essa é a questão mais delicada, pois não se pode do nada falar para um tribo que carrega essa tradição há séculos que não pode capturar tartarugas marinhas.
Muitas pessoas acham que as tartarugas marinhas não estão extintas, porque vêem vídeos, fotos e notícias sobre a desova das tartarugas nas praias, e com todos aqueles ovos, seria impossível a extinção. Entretanto, não é tão simples assim. As tartarugas desovam bastante, isso é fato. O problema é que nem todos daqueles ovos vingam, e, se vingam, muitas tartaruguinhas podem ser predadas por carangueijos, aves e outros animais quando estão em direção ao mar. E quando chegam ao mar ainda possuem o risco de serem predadas por peixes e tubarões. E outra questão é que as tartarugas demoram em torno de 20-30 anos para atingir sua idade reprodutiva. Ou seja, ela tem que batalhar bastante para não ser predada antes dessa idade.


Há também a questão da pesca. Muitas tartarugas ficam presas nas redes de pesca, e acabam morrendo :( Apesar de já existirem equipamentos para redes para que as tartarugas não fiquem presas, infelizmente, a maioria dos pescadores ainda não possuem da consciência de que cuidados precisam ser tomados para que elas não sejam extintas. A ministrante do minicurso também falou sobre realtos de tartaugas que foram atropeladas por jet-skys e lanchas e que ficam extremamente machucadas.O lixo também é um grande vilão das tartarugas. Muitas delas o confundem com alimento, e acabam ingerindo sacos plásticos, bexigas, tampinhas, etc. Elas não comem lixo a toa. É que um dos principais alimentos das tartarugas é água-viva, e pelo lixo presente no mar muitas vezes ter o aspecto parecido com o das águas-vivas, elas confundem. E, com certeza, isso faz muito mal a elas. Esse lixo que a tartaruga ingere acaba intupindo o seu sistema digestório , impedindo-a de defecar. Ou seja, ela não consegue se alimentar direito e fica muito frágil.
Hoje, no Brasil, existem várias leis para a proteção das tartarugas marinhas. Somente pessoas licenciadas podem "capturar" as tartarugas para análise e pesquisa. Essas leis estão ajudando com a preservação, mas é necessário uma mobilização mundial em relação a esse assunto, pois nada adianta somente meia dúzia de países lutarem para preservá-las se em outros países elas são facilmente capturadas e mortas. Outra coisa que também é extremamente necessária é a CONSCIENTIZAÇÃO da população em relação a este assunto. Afinal, é preciso preservar para as gerações futuras não é? Se as pessoas não tem consciência de que isso é importante, de nada adianta os esforços, pois sempre terá pessoas atrás de tartarugas para comê-las no jantar. ://
Preservar as tartarugas marinhas é muito importante, assim como a preservação de outras espécies, que estão ou não em extinção. Já estamos destruindo demais o planeta, com a poluição dos rios, do ar, do solo, com as queimadas, etc.. Precisamos, pelo menos, manter a biodiversidade da fauna e da flora, não é verdade?



Sites sobre preservação de tartarugas marinhas:
Sea Turtle (em inglês)
Euro Turtle (em inglês)
Sea Turtle Conservancy (em inglês)
Karumbé (em espanhol)
Projeto TAMAR
Projeto Tartarugas

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu adoro tartarugas

beatriz fernandes disse...

Eu adoro tartarugas, tenho 2:
viriato e camões

Postar um comentário